Do Outro Lado do Balcão

agosto 8, 2010

Um complô na família…

Filed under: Fantasias reais ou realidade fantástica,Felicidade,Sei lá! — O Balconista: @ 14:26

Querido diário…

Hoje descobri que, por mais que se ame a mulher que você escolheu para casar, e por mais que você tenha boas intenções em cultivar boas relações com a sua sogra, você não pode, em hipótese alguma, confiar nessas duas pessoas.

Tema do filme: “dormindo com o inimigo”.

Explico.

Eu tenho maravilhosas intenções de amar todos os meus sobrinhos: os de verdade, e os que eu adotei, e por isso, sempre que posso, eu os mimo com presentes.

Assim, eles sempre se lembrarão daquele tio-super-legal-que-mora-longe… Não é simples o raciocínio? Pois é…

Dar presentes para quem se ama é uma reação normal para qualquer pessoa… é uma prática comum e que o comércio incentiva com bastante vigor, basta olharmos para as ofertas de dia das crianças, natal, dia dos pais, etc.

Pois é. Eu resolvi dar um relógio para um deles. Um relógio de brinquedo é verdade, mas ainda assim é um relógio.

Como uma forma de cultivar as relações familiares e incentivar o diálogo no âmago do casal, pedi à minha querida amada e para sempre idolatrada esposa, que entregasse o “mimo” para a mãe dela, que também responde pela alcunha de “minha sogra”, de tal sorte que o brinquedo chegasse às mãos do Joãozinho (meu sobrinho) que mora em Uberlândia.

Simples e poético, você não acha? Só que as coisas não aconteceram bem desse jeito….

Você acredita que ela teve a pachorra de dizer para a mãe dela que o presente era dela, e que, não obstante os meus protestos, a “minha sogra” repetiu isso para a criança?!!?!?

E agora, como desfazer o trauma psicológico que pode vir a se formar no seio deste infante…

Imagino que agora ele deva estar se perguntando: “Onde teria ido parar o presente que o meu tio super-legal-que-mora-longe me deu? Será que ele se esqueceu de mim?”

Coitada da criança….

Anúncios

Blog no WordPress.com.